Ubuntu logo

Packaging Guide

12. Empacotamento do KDE

Packaging of KDE programs in Ubuntu is managed by the Kubuntu and MOTU teams. You can contact the Kubuntu team on the Kubuntu mailing list and #kubuntu-devel Freenode IRC channel. More information about Kubuntu development is on the Kubuntu wiki page.

Our packaging follows the practices of the Debian Qt/KDE Team and Debian KDE Extras Team. Most of our packages are derived from the packaging of these Debian teams.

12.1. Politica de patches

O Kubuntu não adiciona patches aos programas do KDE a menos que venham dos autores do upstream ou submetidos ao upstream com a expectativa de que sejam mesclados logo ou que tenhamos consultado a questão com os autores upstream.

O Kubuntu não altera o nome dos pacotes exceto quando o upstream o requer (como o logo no canto superior esquerdo do menu Kickoff) ou para simplificar (como remover telas de inicialização).

12.2. debian/rules

Os pacotes do Debian incluem algumas adições ao uso básico do Debhelper. Elas ficam no pacote “pkg-kde-tools”.

Pacotes que usam o Debhelper 7 devem adicionar a opção “–with=kde”. Isto irá assegurar que os sinalizadores de construção corretos estão sendo usados e adicionar opções como manuseio de stubs do kdeinit e traduções:

%:
    dh $@ --with=kde

Alguns pacotes KDE mais novos usam o sistema “dhmk”, uma alternativa ao “dh” feito pelo time do Debian Qt/KDE. Você pode ler sobre ele em /usr/share/pkg-kde-tools/qt-kde-team/2/README. Pacotes que o utilizam irão “incluir /usr/share/pkg-kde-tools/qt-kde-team/2/debian-qt-kde.mk” em vez de executar “dh”.

12.3. Traduções

Os pacotes do main tem as suas traduções importadas no Launchpad e exportadas do Launchpad para o os pacotes de idioma do Ubuntu.

Então todos os pacotes KDE devem gerar modelos de tradução, incluir ou deixar disponível traduções upstream e manipular traduções de arquivos ”.desktop”.

Para gerar modelos de tradução o pacote precisa incluir um arquivo “Messages.sh”. Reclame ao upstream caso isto não aconteça. Você pode verificar se ele funciona executando “extract-messages.sh” que deve produzir um ou mais arquivos ”.pot” em “po/”. Isto será feito automaticamente durante a construção se você usar a opção “–with=kde” para “dh”.

Upstream will usually have also put the translation .po files into the po/ directory. If they do not, check if they are in separate upstream language packs such as the KDE SC language packs. If they are in separate language packs Launchpad will need to associate these together manually, contact David Planella to do this.

Se um pacote é movido de “universe” para “main”, ele precisará ser reenviado antes que as traduções sejam importadas para o Launchpad.

.desktop files also need translations. We patch KDELibs to read translations out of .po files which are pointed to by a line X-Ubuntu-Gettext-Domain= added to .desktop files at package build time. A .pot file for each package is be generated at build time and .po files need to be downloaded from upstream and included in the package or in our language packs. The list of .po files to be downloaded from KDE’s repositories is in /usr/lib/kubuntu-desktop-i18n/desktop-template-list.

12.4. Símbolos de bibliotecas

Library symbols are tracked in .symbols files to ensure none go missing for new releases. KDE uses C++ libraries which act a little differently compared to C libraries. Debian’s Qt/KDE Team have scripts to handle this. See Working with symbols files for how to create and keep these files up to date.